Buscar
  • Lucas Naufel

Precisamos falar sobre a Depressão pós-parto

Apesar do nascimento de um bebê ser na maioria das vezes motivo de alegria, muitas mulheres desenvolvem sintomas depressivos no período pós parto! Isso pode causar danos tanto à sua própria saúde, quanto à do recém-nascido.


A Depressão Pós-Parto é um tipo de depressão que acomete mulheres dentro dos 12 primeiros meses de vida de seu bebê. Ela afeta em torno de 10% das “recém-mamães”, o que é uma taxa alta. A doença geralmente se inicia durante a gestação, e piora ao longo do tempo.

Alguns fatores colaboram para o surgimento dos sintomas, como depressão prévia, vida estressante, falta de apoio familiar, dificuldade financeira, gestação indesejada, entre outros.


As mulheres com Depressão Pós-Parto tem sintomas parecidos com os da depressão convencional, como desamino, apatia, perda de peso, insônia, falta de energia, dificuldade para raciocinar, pensamentos de morte, ansiedade exagerada, entre outros.  

Os bebês podem ter a saúde prejudicada com esta situação, pois a nutrição, o relacionamento mãe e filho e a vacinação podem ser prejudicados, além de ser possível ocorrer agressão em casos extremos.


A Depressão Pós-Parto tem tratamento com terapia e remédios específicos.

Se você está se sentindo assim, converse com seu médico. Ou se conhece alguém que está passando por isso, oriente a procurar ajuda profissional o quanto antes.

137 visualizações

(11) 4799-1444 / (11) 4799-1469 / (11) 4798-1044 / (11) 4798-1385

Rua Navajas, 365 - Centro,  Mogi das Cruzes - SP, 08710-250